Joomla! Volunteers Portal


No artigo Qual o problema com o Joomla!, eu falava sobre a distância que existe atualmente entre as comunidades locais e a gestão do Joomla!, sugerindo que precisamos de mecanismos de gestão participativa, de modo a incluir a comunidade na definição e consecução da estratégia do Projeto - o que considero essencial para a sustentabilidade do Joomla.

 

-- Este é um artigo de OPINIÃO e deve ser encarado como tal. --

 

Princípio básico

Internacionalização (ou seja, fugir do Eurocentrismo).

 

Contextualização

  • É inegável que a liderança do Joomla está centrada basicamente na Europa e Estados Unidos.
  • Em muitos países do mundo, a maior parte das pessoas não fala inglês e, portanto, fica a margem do que está acontecendo no Joomla na dimensão estratégica.
  • Na nova estrutura, está prevista uma figura local para fazer essa ponte. Mas não basta, na minha opinião, selecionar uma pessoa de cada país e dizer: "ok, agora você é o representante do seu País". É preciso:

- um mecanismo para ouvir as pessoas das comunidades locais;
- capacitação para os líderes locais;
- um plano de ação/comunicação a ser executado localmente, coordenado centralmente.

Sem ações como essas, ampliamos a estrutura mas, na prática, pouca coisa mudaria.

 

Ações práticas para engajamento das comunidades locais

 

1. Comunicação

Não adianta achar que os líderes de JUGs leem todos os reports e todos os posts de todos os blogs e revista oficiais do Joomla!. A não ser que eles não façam nada mais na vida além de serem voluntários no Joomla. :P

Sinto falta de uma publicação mais direcionada, com um resumo das coisas que realmente precisamos saber, incluindo uma sessão do tipo "Como você pode ajudar", em que é compartilhado claramente o que as JUGs podem fazer localmente para ajudar naqueles assuntos. Por exemplo:

Aberta a temporada do Google Summer of Code 2016. O que é isso / Como você pode ajudar / Chamada para ação.

 

2. Orientação para a ação

"Parabéns, agora você é uma JUG!" E, como tal, tem independência e autonomia para desenvolver diversas atividades junto à comunidade joomleira ao seu redor. Mas o ser humano tem uma enorme dificuldade com independência e autonomia: ao mesmo tempo que é fácil fazer, é fácil não fazer

Minha experiência com atividades colaborativas na empresa em que trabalho me mostra que não adianta enviarmos uma página em branco pedindo para que as pessoas compartilhem ideias. Nós precisamos de algum modo direcioná-las com perguntas, talvez até com campos de um formulário, dar prazos para resposta. Quando fazemos isso, tornamos a atividade mais simples e ajudamos as pessoas a fazê-la.

Exemplos de ferramentas:

  • roteiros
  • checklists
  • relatórios de atividades

 

3. Mobilização

Eventos de mobilização local com uma coordenação centralizada são uma ótima maneira de mobilizar os grupos locais. Imagine uma chamada para ação, em que várias JUGs do mundo todo poderiam participar localmente ao mesmo tempo.

Reconhecimento: ser listada na página que relata como foi a ação (JCM ou blog), como a foto da sua equipe.  

Exemplos:

  • Mês da atualização do Joomla Docs - coordenado pelo Joomla Docs team.  
  • Pizza, Bugs and Fun - International Day/Country Day  

Além disso, as JUGs são um excelente espaço para se buscar voluntários para integrar times operacionais temporários - por exemplo: atualização do site X. 

 

4. Fórum da Comunidade Joomla!

 

Objetivos:

  • Internacionalização
  • Dar voz às comunidades locais, incluindo-as nas discussões sobre os rumos do Projeto
  • Incentivar o trabalho conjunto entre as JUGs, de modo a unir esforços para melhores resultados
  • Possibilitar a discussão de problemas e de soluções de modo coletivo
  • Possibilitar aprendizagem a partir da experiência do outro
  • Fortalecer a comunidade Joomla!
  • Retroalimentar a gestão do Joomla! com as informações vindas da comunidade
  • Identificar e capacitar novas lideranças

 

Implementação em 4 etapas:

 

a) Fórum Regional

Cada JUG é convidada a realizar uma ação com seus membros e usuários ao seu redor, de modo a colher informações que o Projeto Joomla! julgue estratégicas - desde a organização da comunidade até o Software.

Exemplos:

  • Quais as dificuldades para manter uma JUG?
  • O que poderia ser melhor na documentação?
  • Quais as maiores dificuldades para implementar um site multilinguagem?
  • Etc [o que estiver na estratégia do Joomla!] 

 

Enviar um roteiro para ajudar as JUGs nessa construção.

Exemplo de etapas previstas no roteiro:

  • Questionário online individual
  • Google Hangout / encontro presencial para discutir as impressões individuais e sintetizar da JUG
  • Pode ser usado um espaço dentro de um JoomlaDay para essa discussão
  • Etc

 

b) Fórum Nacional

Assíncrono, com prazos.

Aqui seguiria-se a mesma metodologia, mas abrindo a discussão entre as JUGs. O produto seria um documento com percepções e sugestões de cada País. 

Ferramentas possíveis para construção:

  • Questionário
  • Fórum
  • Wiki

Assíncrono, com prazos.

 

c) Fórum Continental

Assíncrono, com prazos.

Mesma metodologia, mas sintetizando as percepções e sugestões de cada continente.

 

d) Fórum Mundial

Assíncrono, com encerramento síncrono.

Mesma metodologia, buscando uma integração e troca de conhecimento das comunidades em nível internacional.

Encerramento: JWC (seria interessante ter cotas no JET Programm de modo a levar uma pessoa de cada continente)

Produto: Plano de ação das JUGs locais

 

No ano seguinte, o Fórum seria utilizado para o acompanhamento do plano de ação criado pelas JUGs e retroalimentação.  

Participação voluntária em todas as etapas. 

O fórum pode ser realizado com uma periodicidade definida (por exemplo, uma vez a cada três anos), para que haja uma constante conversa com as comunidades locais.

 

Para conhecimento: Tentamos criar um fórum das JUGs brasileiras e seus convidados em 2015. No início de 2016, várias lideranças envolvidas com essa ideia simplesmente desistiram. Motivo? Falta de legitimidade e de suporte. É difícil fazer essa discussão quando muitas pessoas da comunidade não estão alinhadas com a estratégia do Projeto, quando as pessoas não tem introjetado o espírito de colaboração e construção coletiva. Por isso é importante uma coordenação de fora, que trouxesse os objetivos estratégicos do Joomla! como norte e legitimasse o processo.     

 

5. Capacitação de lideranças

 

Algumas pessoas nascem líderes. Outras tornam-se líderes por alguma circunstância. Uns mais outros menos, mas todos precisam de capacitação como gestores de projetos e, principalmente, de pessoas.

Algumas perguntas para reflexão:

  • Será que nossos líderes atuais sabem o que esperamos deles?
  • Será que a comunidade de modo geral reconhece que eles são realmente líderes? Ou apenas como tendo um "cargo" na liderança?
  • Será que estamos todos trabalhando de forma alinhada com a estratégia do Joomla!? Aliás, será que todos entendem a estratégia?
  • Será que as decisões são realmente democráticas e transparentes?
  • Será que nossos líderes têm a postura que esperamos deles publicamente?

 

Não tenho respostas, apenas perguntas para pensarmos. :)

 

Conclusão

Se eu acho que o JUGs Team é um dos times mais importantes na estrutura do Joomla!? Deu pra perceber? Claro que sim! :P

Acho que temos um grande potencial a explorar. Mas para isso precisamos realmente colocar em prática uma das premissas da SUSTENTABILIDADE, que é: "Pensar globalmente, agir localmente". No momento em que deslocamos a comunidade para um novo papel estratégico, boas mudanças podem acontecer...     

 

 

Joomla! is a trademark of Open Source Matters. This site is not affiliated with or endorsed by the Joomla! Project or its trademark owners.